quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Frida Kahlo - Auto-Retrato

-Google-

Mila Viegas é uma escritora e poetisa jovem e muito talentosa, situa-se entre textos ou poesias pungentes, fortes, assim como pode saltar para uma de sonhos que te levarão até Avalon.  Conheçam mais da Mila descrita impecavelmente nesta poesia que se segue:

Cada vez que te vejo, Frida
Me calo
Sua face é enigma
Mistério de um olhar de gato
Crucifixo
um beija-flor
Preto e branco
Como nunca vi igual
Aqui no meu quintal
Tu me lembras Clarice
entre borboletas e libélulas
Clarice lenda
Flor-de-Lis
Espectro
Desconexo
O quadrúnamo que te observa
é teu lado primitivo
Instintivo
Original
mulher-primata
insensata
abissal
Seus instrumentos
a tela, o pincel
Os meus?
a caneta, o papel
Frida fala em cores
sofrimentos e amores
Seu Eu
Tudo o que via em si
e não se perdeu
Calo-me diante dela
ao ver a tela
Calo-me da sensatez
exponho minha embriaguez
A tagarelice usa os dedos
abusa no que escrevo
Frida se mostra
com um quê
de Gauguin
E eu me enrosco
nas entrelinhas…
… da bela
que habita nela
da fera
que vive em mim.



18 comentários:

  1. Olá, querida Beth
    Da bela e da fera...
    Sempre tem um pouco de cada uma em meu coração...
    Bela blogagem coletiva que nos deu esse presentão!!!
    Linda declamação e poesia da querida Mila!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  2. da bela
    que habita nela
    da fera
    que vive em mim.
    peço licença à linda Mila e troco:
    "Da fera
    que habita nela
    da bela
    que vive em mim" rsrs
    Mila é uma das grandes promessas de poetas e escritoras do Brasil. Voto nela! rsrs

    ResponderExcluir
  3. oie finalmente entra a caixa pra eu por o comentario!

    super lilla tao mocinha assim essa Mila Viegas e tao conhecedora de poesia e arte! imagina se eu fosse assim nessa idade! rs... lindo! e que otimo voce criar um espaco assim! de novo digo isso!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Beth!

    Obrigada pelo aviso, belo poema. É possível fazer uma viagem pelas palavras de Mila.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Acho que todos nós somos metades de um todo. Meio bela, meio fera, meio bicho, meio homem. rs

    bacio

    ResponderExcluir
  6. Olá Beth
    Vim agradecer sua visita e palavras deitadas lá no divã. Não sou poetisa, mas esse "detalhe" não me impede de apreciar os blogs que se dedicam a essa arte. Já vi que é amiga da, amada, Glorinha e isso nos aproxima mais. Tudo muito lindo por aqui! Volte sempre que quiser e puder...estarei com um lugar, amorosamente, reservado procê!
    Beijuuss, mineiros, n.a.

    ResponderExcluir
  7. Beth,
    Adorei a poesia. Parabéns para a Mila, e obrigada por nos trazer essa beleza.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Olá Beth,
    Que lindo poema! Eu adoro Frida Kahlo.
    Tudo de bom.
    Bjs mil

    ResponderExcluir
  9. Querida Beth,
    Confesso que me emocionei ao ouvir esta poesia... Mais que isso, me arrepiei! Trata-se de uma obra que gosto muito e preciso agradecer à Glorinha (minha Guxa) a oportunidade de me inspirar a construir essa poesia através da Blogagem Coletiva. Foi um exercício maravilhoso.

    É uma honra participar de um blog tão bonito, tão bem cuidado e tão repleto de arte.

    Beijos grandes.

    ResponderExcluir
  10. Oi Beth!

    Se a inspiração foi bela a poetisa é tanto quanto! Mila é promissoramente a artista das palavras que ela tão bem emprega, com sentimento e suavidade. Está de parabéns! Para você também Beth que floriu seu jardim com tão bela flor!

    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  11. Que lindo Betita...a mi estava mesmo inspirada quando a fez...tão talentosa essa minha miguxa. Ficou lindo com a tua voz...beijos às duas! Me deu saudades das minhas blogagens e não é por nada não, mas nunca vi, depois delas, nada parecido nessa blogosfera onde nada se cria, tudo se copia...rsrs beijos,

    ResponderExcluir
  12. maravilhosamente lindo,
    lindo
    ...

    Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir
  13. Belissima apresentação Beth, que força poetica linda da Mila, com uma construção fantastica.Haja folego para tão bela isnpiração e voce sempre bem.
    Parabenizo a Mila.
    Um abração de paz.
    Bju.

    ResponderExcluir
  14. Que maravilha, Beth!
    Muitíssimo talentosa a menina Mila.
    Vou tratar de conhecer outros poemas dela, pois essa amostra com que nos presenteou é demais.

    Tudo por aqui, continua impecável.
    Bjs
    Rossana

    ResponderExcluir
  15. Bravo!
    Bravo!
    Parabéns, Mila!
    Parabéns, Beth, amiga querida, tão competente neste mister de acrescentar beleza aos versos...
    Grata por mais este doce momento de enlevo!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Uma leitura profunda na fala poética.Autoretrato reflexo que detalha as duas:musa e poeta numa só dança de imagens e palavras.
    Pungente, como vc a descreve, Beth.
    Bjinhos,
    Calu

    ResponderExcluir
  17. que bonito que ficou, mãe Gaia!
    a força na voz, a música, a narração. deu um toque forte ao poema que é forte, a Mylla com todo o seu talento, casamento perfeito!

    bonito mesmo!
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Fiquei muito feliz com os comentários de todos. É sempre um grande prazer compartilhar meus textos e poesias, principalmente com o trato maravilhoso da Beth... Um lindo blog que dá voz a arte.

    Beijocas

    ResponderExcluir