sábado, 6 de agosto de 2011

Bissolcleta

Bastou que eu procurasse apenas de uma só olhada em seu blog e visse muitas poesias lindas e criativas, mas como esta, completamente diferente, de humor refinado e que faz deste poema um gol de placa.  

Conheçam o especial Tuca Zamagna do Blog Desinformação Seletiva.

Aumentem o som e leiam comigo:


A onze. poetas rubro-negros
Raul defende com o pé, de verso,
e serve a Domingos da Guia
que passa, de letra, para
Carlos Alberto Torres, que toca
bola bem redondilha
para Leandro inverter o jogo,
em passe alexandrino para Júnior,
que dispara em velocidade
e rima com Andrade,
que faz uma trova chistosa,
com caneta, num rival
e passa para Geraldo assoviar
um soneto, antes de lançar
para Zico, que aplica
um haicai que derruba
dois adversários e encontra,
em verso livre, Dida, que centra,
alto como uma elegia, na área.
Leônidas da Silva tenta uma
bicicleta, metrificada nas nuvens,
e não alcança a bola, mas
Marcantonio não perde o mote:
chuta o sol para o fundo da rede.






Música-Tema Canal 100-Que bonito É

Imagem-Google







17 comentários:

  1. Que legal Beth, adorei a musica de fundo, sua narração tá no compasso do poema!
    Ótimo finds a você!
    Bjs
    Márcia

    ResponderExcluir
  2. Inspiradíssimas, Beth, a sua "narração" e a escolha do fundo muical. QUE BONITO É receber uma homenagem tão caprichada assim!

    Obrigado.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Muito criativa merece meus aplausos efusivos.Ainda me trouxe lembranças de magnificos jogadores.Parabens,vou lá conhecer.
    Mineiramente meu terno abraço Beth.
    Bju de luz nos seus dias de ar puro.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Beth querida
    Precisava levantar ainda mais meu ânimo (por um pequenino incidente há pouco) e vim no lugar certo...
    Quanta criatividade a sua també!!! Em paralelo ao poema... Legal!!!
    Gol dos 3: seu, do poeta e do sol...
    Viva!!!
    3 x 0...
    Bjm de paz e ótimo sábado azul.

    ResponderExcluir
  5. Oi Beth, boa noite
    Parabéns, super bonito seu blog novo.
    Adorei a narração, a música tem sabor da minha adolescência, quando frequentava cinema diariamente. Muito bacana.
    Bjos mineiros.

    ResponderExcluir
  6. Show de bola!
    O Tuca não existe, é ficção...
    E você, Beth querida, soube fazer a coisa!
    Simplesmente deliciosa esta postagem...
    Parabéns, Tuca!
    Parabéns, Beth!
    Beijos para os dois.

    ResponderExcluir
  7. Beth, que voz!!!! Gostoso poema feliz e divertido do Tuca. O trabalho ficou uma gostosura de bom gosto! Parabéns a ambos. Gol de Placa de vcs!

    Girassóis nos seus dias!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Beth, gosto demais dessa música, lembro-me do Canal 100, que passava nos cinema, antes dos filmes.
    A poesia é muito boa e melhor ainda por ter no "plantel" dois goleiraços mineiros: Raul e Dida.
    Salve!

    ResponderExcluir
  9. Que beleza! Ouvir uma poesia do Tutuca narrada me enche de urgulho e emoção. Emoção por ser sua amiga e orgulho pela qualidade do seu trabalho. Genial.

    ResponderExcluir
  10. Beth, quando crescer quero ser igual a você (embora penso que precisarei de muitas encarnações pela frente - hehehe)!
    Preciso desenvolver a minha sensibilidade poética!
    Bjo grande
    Léia

    ResponderExcluir
  11. O poema é um primor e a interpretação ficou tudo de bom!
    Gol de placa!

    bjs

    ResponderExcluir
  12. Hahahahahaha... Muito bom! Adorei a empolgação da sua voz e pude "assistir" mentalmente a esse jogo delicioso. Parabéns para o poeta!!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  13. Oi Beth!
    Parabéns ao Tuca pelo criativo poema!
    A trilha saudosista do canal 100 caiu bem!
    Perfeito, parabéns!

    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  14. Olá Beth,
    Uau, quanta emoção!!! Amei...
    Valeu pela visita no meu blog.
    Bjs mil

    ResponderExcluir
  15. É amiga, daqui a pouco vcc vai ser convidada para irradiar oo jogo, pois fou pura emoção cadenciada pela sua voz.
    bjs

    ResponderExcluir